Saiba a Diferença Entre Mercado Primário e Mercado Secundário

0 69

Conheça a diferença entre Mercado Primário e Mercado Secundário.

Se você investe na bolsa de valores, certamente já deve ter se deparado com esses termos, mercado primário e mercado secundário.

Além disso, talvez não saiba o que eles significam, já que vários dos termos utilizados na área de investimentos são desconhecidos da maioria das pessoas, pois só são utilizados no mercado financeiro.

Mercado primário e secundário, por exemplo, são termos que aparecem em grande volume e saber o que significam é essencial para traçar boas estratégias de trading.

Antes de mais nada, nós iremos explicar a diferença entre eles nesse post.

Mercado Primário

O Mercado Primário compreende o lançamento de novas ações no mercado; é uma forma de captação de recursos para a empresa.

Nele novos investimentos são criados por uma instituição, têm seu valor definido e são oferecidos diretamente a primeiros compradores.

É uma negociação direta entre o emissor da aplicação financeira e quem deseja investir nela.

O objetivo é obter recursos diretos para o emissor, seja para financiar investimentos ou pagar contas pendentes.

Ou seja, no mercado primário, quem vende as ações é a companhia, usando os recursos para se financiar.

Uma Oferta Pública Inicial, conhecida também pela sigla original IPO, é um exemplo de mercado primário.

Mercado Secundário

Uma vez ocorrendo esse lançamento inicial ao mercado, as ações passam para o mercado secundário, onde ocorre a troca de propriedade de título com os negócios de compras e vendas de ações.

Ou seja, no mercado secundário, os investimentos vão a negócio entre quem tem uma aplicação e quem quer investir nela.

Não há a interferência do emissor dessas aplicações (bancos, empresas ou governos).

Os preços de compra ou venda são regulados pela demanda e pela oferta, sujeitos a volatilidades. 

Geralmente, os acordos de compra e venda acontecem por meio de uma bolsa ou de uma corretora de valores, intermediários da negociação em troca de taxas.

No mercado secundário, o vendedor é você (investidor) que se desfaz das ações para reaver o seu dinheiro.

Por isso, os negócios que você realiza em Bolsa de Valores correspondem ao Mercado Secundário.

Os Mercados Primário e Secundário se Complementam

É indiscutível que o mercado primário e o secundário se complementam.

Por exemplo, um investidor que participa de IPO e vê as suas ações se valorizando no mercado, pode buscar negociar uma parte delas e realizar lucro.

Além disso, apesar das ações serem os exemplos mais comuns, elas não são os únicos investimentos disponíveis no mercado primário e secundário.

Os fundos de investimentos imobiliários e o Tesouro Direto também são exemplos de ativos que estão disponíveis no mercado primário e secundário.

Gostou do post de hoje?

Antes de tudo, deixe o seu comentário e compartilhe com seus amigos!

Acompanhe o rendimento do IFIX pelo nosso site clicando nesse link.

Por fim, aproveite para seguir as nossas redes sociais e clique nesse link para acompanhar as novidades do Mentor Financeiro!

Não deixe de participar do nosso grupo do Telegram!

Um abraço e até a próxima!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.