Os 5 Maiores Erros que Cometi na Bolsa de Valores

2 64

Os aprendizados e as valiosas lições adquiridas com os 5 maiores erros que cometi na Bolsa de Valores (B3).

E lá se vão um pouco mais de treze anos (15/08/2007) desde minhas primeiras compras de ações na extinta BOVESPA (hoje B3).

Siga O Mentor Financeiro no Instagram e no YouTube

Na ocasião, fiz duas negociações no mercado fracionário, uma para aquisição de papeis da construtora Cyrela e outra do Unibanco.

Primeira nota de corretagem na BOVESPA
Primeira nota de corretagem na BOVESPA

Hoje, após esse longo caminho de erros e também de acertos até aqui, quero compartilhar com vocês o que aprendi nessa jornada.

Erro #1: Não ter visão de longo prazo

Quando iniciei meus estudos sobre ações, minha maior fonte de consumo de informações foi a Internet. Infelizmente, naquele período eu não era muito fã de ler livros (Erro #0).

Acompanhar notícias sobre os papéis, o valor de abertura e fechamento do Ibovespa, políticas monetárias do governo dentre outros, eram assuntos dos quais eu me cercava.

Tudo com um objetivo, tentar descobrir qual seria a ação barata da vez e/ou operar day trades. Esse foi meu o meu primeiro e, na minha humilde opinião, o maior de todos os erros.

A dinâmica do mercado de capitais (do qual a bolsa de valores faz parte) é assustadora, influenciada por dezenas de milhares de variáveis. Pensar que somos capazes de inferir com exatidão o que vai ocorrer em seguida é surreal.

Poucos anos depois veio a conta do meu erro, ao perder mais de R$ 10 mil num dos famosos micos da bolsa, a MILK11. O que me afastou da renda variável por uns bons anos.

Somente anos mais tarde, mais maduro e com mais estudos, aprendi que a construção de patrimônio através da renda variável é como uma maratona e não uma corrida de 100 metros rasos.

As maiores fortunas do mercado financeiro, são frutos de investimentos e reinvestimentos, aproveitando-se do efeito bola de neve que os juros compostos proporcionam no longo prazo.

Lição
Tenha uma visão de longo prazo. Seja um maratonista!

Portanto, foque em trabalhar, em aumentar sua renda e poupar para realizar aportes constantes em boas empresas pagadoras de dividendos.

Erro #2: Não seguir firme sua estratégia

Quando se é principiante em qualquer área, é natural a experimentação, afinal isso faz parte do aprendizado.

Pegamos um conhecimento aqui, um outro ali, tomando diversas direções tentando encaixar as peças de forma que façam algum sentido para nós.

Comigo não foi diferente, ao aprender algo novo eu já mudava o rumo da minha estratégia, buscando tirar proveito do que havia estudado. Sem ao menos ter consolidado e praticado direito ensinamentos anteriores.

A cada notícia que saía me fazia repensar as minhas operações (visão de curto prazo).

Lia sobre um novo padrão grafista, por exemplo o OCO e, mudava novamente. Algum especialista citava sobre P/L e lá ia eu novamente mudando a direção.

No fim do dia, quem mais ganhava era a corretora (as corretagens incidem nas operações independente de ganhos/perdas).

Lição
Não mude a estratégia de investimentos a cada novo aprendizado.

Defina uma estratégia e a siga por tempo suficiente para entender se ela funciona ou não, e o porque.

Erro #3: Não estudar as empresas

Saber que a Petrobras produz petróleo, que a Vale produz minério de ferro ou que a Ambev produz bebidas, definitivamente não é estudar essas empresas.

Apesar de parecer óbvio colocado dessa maneira, a maioria dos investimentos que fiz lá no início, foram baseados em um conhecimento bem superficial sobre as empresas (para não dizer nenhum).

Quer um exemplo de como é fácil nos iludirmos sobre informações prévias que temos em nossas mentes?

Passamos a vida ouvindo que, no Brasil, bancos dão muito dinheiro e que não quebram. Bom, isso nem de longe é uma verdade absoluta, basta procurar por Banco Santos, Banco Cruzeiro do Sul ou Banco Progresso.

Ao comprar uma ação sem muito embasamento, você está assumindo um risco, as vezes muito maior do que o da companhia falir ou algo do tipo.

Quando eu me vi perdendo os R$ 10 mil que citei no início do artigo, foi que realmente fui atrás de informações mais aprofundadas sobre a empresa. Porém, já era tarde demais.

Lição
Invista somente naquilo que você conhece.

É melhor deixar seu dinheiro em caixa, enquanto adquire o conhecimento necessário para fazer um aporte (parcial) em uma empresa, fundo ou que quer que seja.

Erro #4: Não entender que o mercado é sobre comportamento, não números

A quantidade de números, indicadores, índices e afins que cercam o mercado acionário é impressionante. Por conta disso, somos levados a crer que o mercado é algo lógico, baseado em fórmulas matemáticas.

Bem, não está de todo errado, ele é sim composto por vários desses elementos. Mas não se engane, a dinâmica que o rege é comportamental.

Num determinado período eu resolvi focar mais em day trades (mudança de estratégia) e, como o objetivo era fazer várias operações ao longo do dia, minha susceptibilidade a decisões ruins subiu drasticamente.

Consequentemente, muitas vezes que eu entrava numa operação e a cotação ia pro lado contrário abruptamente, eu encerrava o day trade com perdas substanciais.

Lição
O seu emocional tem um potencial de destruição poderoso.

Desenvolva sua inteligência emocional. Assim, você conseguirá pensar com mais clareza em situações de maior estresse, mantendo sua estratégia e evitando de vender na baixa por pânico.

Erro #5: Não diversificar

Voltando ao caso da MILK11, em determinado momento eu resolvi concentrar todo o capital da minha carteira somente nesse ativo.

Obviamente que eu não era nenhum megainvestidor (ainda não sou), mas deveria ter uma meia dúzia de empresas na carteira. Portanto, de certa forma, eu estava diversificado.

Mas, afinal, como eu já estava sabendo mais do que o mercado, e a oportunidade de ganhos rápidos era certa, virei a mão para a MILK11.

Bom, mesmo que eu não tivesse antecipado aqui o resultado, não é difícil de se imaginar qual o foi.

Lição
Nenhuma rentabilidade vale o risco da ruína.

Se de todos os erros aqui demonstrados, eu pudesse escolher apenas um para que você leitor não cometesse nunca, seria este.


Certamente esses não foram os únicos erros, mas espero que estes já lhe tragam alguma utilidade. Pois dizem que aprender com os erros dos outros é mais barato, e eu concordo com isso.

E você, concorda? Deixe sua opinião nos comentários.

2 Comentários
  1. Daniel Silva Diz

    Muito bom !!

    Estava mesmo precisando deste tipo de informação !

    Valeuuu !!

    1. Fábio Diniz Diz

      Olá, Daniel. QUe bom que gostou. Espero que meus e lições possam lhe ajudar.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.