FGTS Emergencial – Caixa

Dado a crise com a pandemia do COVID-19, o governo federal resolveu, através da Caixa, instituir o FGTS Emergencial, que é liberação de recursos de contas ativas e inativas do FGTS.

Quem tem direito ao FGTS Emergencial?

Têm direito ao dinheiro os trabalhadores que possuem contas ativas (do emprego atual) ou inativas (de empregos anteriores) no FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

Como funciona o FGTS Emergencial?

A disponibilização dos valores do FGTS Emergencial ocorrerão em duas etapas.

Na primeira, a Caixa abrirá uma poupança digital para cada trabalhador que tem direito. E, assim que o depósito for efetuado, estará disponível através do aplicativo Caixa Tem (Android e iOS), que, nesse etapa, só poderá ser usado para pagar contas, pagar boletos ou fazer compras por cartão virtual.

Na segunda etapa, os valores que ainda estiverem de saldo na poupança digital, poderão ser sacados ou transferidos para qualquer conta, até o limite de R$ 600,00 por dia.

Atenção

Os trabalhadores poderão optar por não receber o saque emergencial do FGTS. Para isso, é preciso fazer o pedido pelo aplicativo do FGTS (Android e iOS), site da Caixa ou internet banking até dez dias antes da data prevista para o depósito.

E para quem já recebeu o depósito pode solicitar que o dinheiro retorne para a conta do FGTS.

Calendário do FGTS Emergencial

Mês de aniversárioData de depósito em poupança digitalData da liberação de saque e transferência
Janeiro29/jun25/jul
Fevereiro6/jul8/ago
Março13/jul22/ago
Abril20/jul5/set
Maio27/jul19/set
Junho3/ago3/out
Julho10/ago17/out
Agosto24/ago17/out
Setembro31/ago31/out
Outubro8/set31/out
Novembro14/set14/nov
Dezembro21/set14/nov
Calendário de saque emergencial do FGTS – Fonte: Caixa Econômica Federal

Limite dos saques

A princípio, a Caixa determinou um limite de R$ 1.045,00 para os saques das contas do FGTS. Que funcionará da seguinte maneira:

Se o trabalhador mais de uma conta, os valores serão retirados primeiro das inativas e de menor saldo. Seguindo, serão obtidos os valores das contas ativas, iniciando-se também, pelas de menor saldo.

De qualquer jeito, a soma total não pode passar os R$ 1.045,00 preestabelecido.

Notícias relacionadas