O que é o Tesouro Direto

0

Saiba tudo sobre o programa de venda de títulos públicos do Tesouro Nacional, bem como seus riscos e rentabilidades.

O Tesouro Direto é um dos investimentos mais conservadores do mercado financeiro. Ainda assim, não é tão conhecido pelos brasileiros.

Esse investimento consiste na compra de títulos públicos, ou seja, ele funciona como um empréstimo para o governo.

As negociações podem ser feitas na própria plataforma, ou diretamente nos aplicativos e sites dos agentes integrados, como bancos e corretoras.

Tesouro Selic

O Tesouro Selic é um investimento indexado a Taxa Selic (taxa básica de juros da economia).

Portanto, seus rendimentos são calculados de acordo ela, que é definida a cada 45 dias, nas reuniões do Comitê de Política Monetária (Copom).

Ele tem uma rentabilidade diária e, na grande parte das vezes, rende mais do que a poupança, além de ser uma aplicação mais segura.

Tesouro Prefixado

O Tesouro Prefixado é um investimento pra quem gosta de se planejar. Isso porque ele tem uma taxa fixa, sendo assim, ao comprá-lo você sabe quanto receberá.

Desta forma, ele entrega o dinheiro através de fluxo simples (dinheiro investido + rendimento) ao fim do prazo acordado.

É uma ferramenta de investimento muito útil para os que acreditam que as taxas de juros vão cair no futuro. Podendo assim, obter rendimentos acima da inflação.

Tesouro IPCA+

O Tesouro IPCA (ou IPCA+) é um investimento em que não há risco de desvalorização do seu capital, já que ele rende uma taxa pré-definida mais inflação.

Desta forma, tal investimento é para quando há um risco econômico no país de desvalorização da moeda e, consequentemente do poder de compra.

É um título relativamente novo e bastante atraente aos investidores de longo prazo, pois possui um rendimento real conhecido no momento da compra do título.

IPCA+ com juros semestrais

Essa é a opção de título público com pagamento semestral dos juros, ou seja, não é necessário esperar o vencimento do título para receber os rendimentos.

Porém, nem tudo são flores, já que também se torna menos rentável. Afinal de contas, o poder dos juros compostos não agem nessa aplicação.

Comparação com a Poupança

Abaixo temos exemplos dos títulos oferecidos pelo Tesouro Nacional:

Simulação comparando a Poupança e o Tesouro Direto

Fonte: https://blog.rico.com.vc/poupanca-ou-tesouro-direto

Assim, vemos que esse tipo de investimentos se mostra mais vantajoso pelos seguintes motivos:

  • Maior rentabilidade
  • Maior segurança
  • Maior liquidez

O que achou? Deixe seus comentários ou dúvidas que ficaremos felizes em respondê-lo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.